Revolution Slider Error: Slider with alias not found.

Maybe you mean: 'slider2'

NA ZONA LESTE, UMA MINI CIDADE COM 15 MIL HABITANTES

00

Lideranças da zona leste, como o advogado Anderson Nanan, tem postado nas redes sociais uma preocupação das mais justas: a falta de estrutura daquela área da cidade para receber, numa tacada só, entre 12 mil e 15 mil moradores. Pois é isso que aquela região da Capital terá, daqui a alguns meses, quando forem entregues os mais de quatro mil apartamentos e casas do conjunto habitacional Orgulho do Madeira. Como ficará a estrutura de atendimento à saúde, educação e outros quesitos essenciais aos cidadãos, quanto a zona leste tiver tantos novos moradores em tão pouco tempo? Hora das autoridades começarem a pensar nas respostas aos questionamentos e, mais que isso, aparecer com as soluções. Não ideias mirabolantes, mas o feijão com arroz que supra as necessidades mínimas da coletividade.  Só para se ter ideia, o conjunto de cerca de meia dúzia de bairros e mais cinco linhas rurais, no leste de Porto Velho, tem uma população aproximada de 45 mil pessoas. Ela será acrescida, num curtíssimo prazo, em cerca de 30 por cento.

 

 

Numa região pobre, onde as carências são enormes, a verdadeira minicidade que está surgindo será muito bem vinda para milhares de porto velhenses que terão, finalmente, um local digno para morar. O programa habitacional, que é essencialmente da União, mas o Estado e o Município têm suas participações, embora pequenas, sem dúvida alguma será um grande sucesso entre os mais pobres. Mas, uma coisa puxa a outra. Se não houver um planejamento sério desde agora, com pesados investimentos, a felicidade poderá se transformar num problema. Tem que se criar postos de saúde, escolas, infraestrutura de transporte, enfim, coisas básicas, mas que, normalmente, não são colocadas a disposição da população. A hora é de preparar tudo agora. Depois, pode ser tarde demais…

 

 

 

LAMENTO E VERGONHA

 

 

É de entristecer, merecedora de lamentação e vergonha, a situação da ponte sobre o rio Madeira, no bairro da Balsa, ligando à continuação da BR 319. Não se pode compreender como ninguém que cometeu o abuso e a heresia de atrasar uma obra gigantesca, milionária, que só não foi entregue por falta de 50 metros inacabados, não seja punido por isso. Quem deveria pagar pelo atraso, pelo desleixo, pela falta de planejamento que acabou atrasando em quase um ano a entrega de uma obra vital para milhares de pessoas, receberá alguma punição?

 

 

CULPA DE NINGUÉM

 

 

Lamentavelmente, se sabe a resposta. Claro que ninguém. Ah, se aqui não fosse o Brasil, esse bando de incompetentes iria ver como deve ser tratada gente que comete tais irresponsabilidades! Não entregar  uma obra de tal envergadura dentro do prazo estabelecido, mesmo que a empresa responsável tenha cumprido todo o cronograma, é uma demonstração absurda de desrespeito não só com o dinheiro público, mas com toda a coletividade. A ponte que não serve para nada, será mesmo  entregue em julho.

 

 

CASTRAÇÃO QUÍMICA

 

 

No mesmo dia, em Porto Velho, um desgraçado confessou ter engravidado a própria filha de 14 anos e, em  Ariquemes, um animal estuprou seu próprio filho, um menino de seis anos. O que fazer com estas bestas humanas? Têm cura esse canceroso moral? Quando o senador Ivo Cassol sugeriu a castração química destes tarados, houve reação contrária. Mas ele não não está certo? Qual a chance de recuperação de um anormal que chegou a este ponto de atacar os próprios filhos?

 

 

CADÊ AS IDEOLOGIAS?

 

 

Nem o sempre ideológico PT e nem o PC do B se constrangem em conviver com partidos completamente antagônicos, dentro do atual governo. A sopa de siglas, que já tem pelo menos dez partidos ocupando pastas do primeiro escalão, tem como  única e exclusiva intenção reeleger a presidente Dilma Rousseff. Nada de programas partidários, nada de confronto de ideias, nada de luta pela alternância pelo poder. É o poder pelo poder. PT,  PMDB,  PROS, PTB, PSD, PRB, PC do B, PDT, PR  e PP estão todos juntos.  Não querem largar o poder. Nem a grana…

 

 

ERRO CORRIGIDO

 

 

Tem que se respeitar o Judiciário. Sempre. Até quando erra, erra tentando acertar. Mas não se pode deixar de cobrar, criticar, sugerir, opinar. Como no caso da mulher que assassinou brutalmente o músico Zezinho Maranhão e, pouco depois, para surpresa de toda a comunidade, foi deixada livre porque não ofereceria risco à sociedade, segundo a decisão. Respeitou-se a decisão, é claro, mas foram poucos os que não a acharam absurda. Agora, a situação foi corrida. A mulher, que matou uma pessoa de bem com 17 facadas, está onde deveria ter estado desde o dia do crime: na cadeia.

 

 

(DES)ESPERANÇA

 

 

Obras, desvios, corrupção, atrasos, vergonha. O que está acontecendo no nosso Brasil? Nessa semana, mais uma informação para deixar as pessoas de bem desesperançadas. As obras da Ferrovia Transnordestina, que já custaram quase 1 bilhão e 100 milhões de reais, erstão completamente paradas. A linha férrea resume bem a quantas estamos: vai de nenhum lugar a lugar nenhum. A obra, que é pouco mais que uma ficção, custaria 4 bilhões, mas já está orçada em mais de 7 bilhões e 500 milhões. E ninguém está na cadeia…

 

 

PERGUNTINHA

 

 

Lixo, ruas esburacadas, trânsito caótico, dezenas de obras inacabadas: não está na hora deste quadro horroroso, que resume a situação atual de Porto Velho, comece a mudar?

0 Pensamentos sobre “NA ZONA LESTE, UMA MINI CIDADE COM 15 MIL HABITANTES”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos eventos

Comentarios

    Siga-nos

    Instagram

    Se inscreva em nossa Newsletter

    Se inscreva já em nossa newsletter e receba as novidades da Rádio Antena Hits.

    fevereiro 2018
    D S T Q Q S S
    « jan    
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728  

    Siga-nos no Youtube